Pró-labore, o que é?

Pró-labore, o que é?

Alguma vez você já ouviu falar sobre o pró-labore?

Esse é um termo bastante conhecido de empreendedores ou donos de empresas. Mas, muitos ainda não sabem muito bem o que ele significa e outros sequer sabem que esse termo existe.

Toda empresa, ou seja, todo gestor ou a gestão financeira de uma organização, precisa compreender o que é o pró-labore. Visto que ele é muito importante e vantajoso para a correta administração de um negócio.

Se você não sabe o que é o pró-labore, esse artigo irá lhe ajudar a elucidar essa dúvida sobre esse importante termo. Além de mostra-lo como calculá-lo e a importância de um cálculo bem feito dele.

Quer saber mais de tudo sobre o pró-labore?

Então não deixe de acompanhar este texto até o final!

Pró-labore: Tudo o que você precisa saber

O que é pró-labore?

Quando um funcionário trabalha na sua empresa, ele é pago por meio de uma remuneração que é o salário, correto?

O mesmo ocorre com os sócios ou os gestores de uma empresa. Mas, de uma forma diferente do salário e que também diverge dos lucros e dividendos de uma empresa.

Os lucros e dividendos são aqueles valores recebidos pelos sócios por sua participação na sociedade do negócio. Repartido entre eles através do lucro alcançado por aquela empresa em um determinado período.

Por outro lado, o pró-labore, que significa “pelo trabalho”, é referente ao valor que será recebido por aquele sócio ou administrador pelo trabalho que ele exerceu dentro da empresa.

Apesar de muitos empreendedores acharem que não, o pró-labore é muito importante e é, inclusive, obrigatório, a partir do primeiro mês em que ela realiza a emissão da primeira nota fiscal.

Isso porque o pró-labore só é válido (quanto à obrigatoriedade) a partir do momento em que você tiver tido o primeiro faturamento.

Quais os benefícios do cálculo certo do pró-labore?

Primeiramente, não fazer o cálculo do pró-labore, ou fazê-lo de forma errônea, pode trazer muitos problemas a uma empresa, do ponto de vista financeiro/contábil e também fiscal, correndo ela assim sérios riscos.

Sem um cálculo certo e pela falta de controle, os sócios ou os administradores, ou mesmo os empreendedores podem acabar retirando seu pró-labore de acordo com o que for mais conveniente para ele.

Isso pode gerar muitos problemas econômicos para o seu próprio empreendimento.  Aumentando os riscos de prejuízos que podem ocasionar a “morte” do seu negócio.

Por outro lado, pensando no seu bem-estar financeiro, há também problemas por não haver um controle de quanto você pode receber por mês. E sem saber se será possível estar equilibrado com suas obrigações financeiras pessoais.

A questão da falta de confiança dos funcionários, quando percebem que um gestor está mais preocupado com sua realização pessoal e financeira do que com a empresa, pode acarretar em desmotivação e queda na produtividade.

Além disso, para quem recebe o pró-labore, há as questões dos pagamentos e das obrigações tributárias no INSS. Que inclusive trazem muitos benefícios ao empreendedor, gestor ou sócio, que são os direitos:

  • À aposentadoria
  • Ao auxílio-doença
  • À pensão por morte
  • À licença maternidade

Como visto, o cálculo certo do pró-labore traz diversos benefícios à empresa, aos sócios e gestores que o recebem, além também do próprio empreendedor.

Mas como fazer o cálculo do pró-labore?

Como fazer o cálculo do pró-labore?

Existe um pensamento básico, dos especialistas, de que o recomendado para o pró-labore. Ou seja, para o salário do dono (ou dos donos, no caso dos sócios) da empresa deve ser o mínimo para que ele:

  • Possa pagar suas contas
  • Possa ter dinheiro para sobreviver ou existir com um certo comodismo

Como o pró-labore não é um valor fixo, nem é isento da taxação de impostos e outros tributos, é preciso defini-lo por meio de um passo a passo.

O primeiro passo é fazer uma análise das atividades desempenhadas pelo sócio ou por você dentro da empresa. Visto que no pró-labore a remuneração é, justamente, pelo trabalho realizado.

Depois disso, é necessário pesquisar, de acordo com o mercado, quanto que um profissional que realiza essas mesmas funções ou atividades estão recebendo de salário.

Com isso, será possível calcular o pró-labore baseado em dois aspectos principais: as necessidades financeiras suas (ou dos seus sócios) e na média remuneratória do mercado.

Assim, você poderá estabelecer em qual período será feito esse pagamento aos sócios e também o auto pagamento.

Tudo isso deve ser realizado com o auxílio de uma empresa de contabilidade, que tenha experiência e confiança no mercado, como é o caso da Lopes Contabilidade.

Sempre que precisar, pode contar conosco para lhe auxiliar, independente do assunto contábil que você necessitar. Pois, a nossa empresa poderá realizar o serviço.

Dúvidas? Conte Conosco!

Temos uma solução inteligente para sua empresa, confie em quem está há 24 anos no mercado da contabilidade. Além de termos excelência em nossos serviços priorizamos um rápido atendimento aos nossos clientes.

Somos uma empresa especializada em Aberturas e Encerramentos de Empresas, Contabilidade Gerencial, Assessoria, Escrituração Fiscal e Contábil. Além de Planejamento Tributário, Previdenciário, Rotina Trabalhista, Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física e Jurídica.

Estamos localizados na Rua: Santana, 176, 1º. Andar, Sala 04 – Mogi das Cruzes-SP. Ou pelos telefones: 11 4796-9798 / 11 95042-2408/4723-2268.

Estamos prontos para te atender, aqui você encontra o que há de melhor para sua empresa!

Não se esqueça de nos seguir no Facebook!

Related Posts

Deixe seu comentário